Justiça decide soltar pedreiro preso em flagrante por estuprar e agredir ex-mulher que conviveu por 11 anos, diz polícia

Criminoso foi preso horas após denúncia da vítima; ele foi liberado pela Justiça em audiência de custódia.

Homem chegou a ser preso em flagrante pela polícia, mas foi liberado pela Justiça (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Homem chegou a ser preso em flagrante pela polícia, mas foi liberado pela Justiça (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

A Justiça decidiu soltar um pedreiro dois dias depois dele ser preso em flagrante, na cidade de Conceição do Coité, por estuprar e agredir a ex-companheira que conviveu durante 11 anos, de acordo com a Polícia Civil.

A vítima fez a denúncia à polícia, que fez buscas pelo agressor, e conseguiu prender o homem horas depois do crime.

A prisão de Jenobal Silva Santos ocorreu na segunda-feira (2). Na quarta-feira (4), o criminoso passou por audiência de custódia, onde o juiz o decidiu que ele deve responder ao inquérito policial em liberdade.

Segundo a polícia, a mulher já havia registrado queixa porque o homem tinha ameaçado ela de morte no mês de março e a polícia chegou a solicitar uma medida protetiva. Jenobal queria reatar o relacionamento com a vítima, que havia terminado há quatro meses.

Compartilhar