Alexandre Aleluia: “A esquerda é defensora de bandido sempre, defende o direito dos ‘manos'”

Foto: Diogo Campos / INFORMA1

Nesta tarde (21) na Câmara dos Vereadores, Alexandre Aleluia conversou com o INFORMA1.

Sobre a intervenção federal e a opinião da esquerda sobre o assunto, ele diz “A esquerda é defensora de bandido sempre, defende o direito dos ‘manos’. Pra quê? Pra poder corromper mais uma classe, mais uma tribo, que é a tribo dos bandidos mesmo. Ao longo das décadas o Rio tem sido experimento socialista.

Desde o comunista Brizola com aquela tese de ‘não pode subir morro’, de lá pra cá a gente tem visto todas essas teses esquerdistas sendo aplicadas fielmente no Rio de Janeiro. Toda essa retórica contra a polícia, essa retórica de vitimização do marginal e o resultado a gente está vendo aí hoje. A cidade realmente precisando de uma intervenção federal. Eu acho que é razoável porém, acho que não vai resolver o problema.

A gente precisa, além disso, de uma retaguarda jurídica para os policiais. Precisa ser aprovada a lei do abate, que é a lei que permite que seja abatido um bandido que porte uma arma na mão. Então o policial precisa de liberdade para agir contra a bandidagem. A gente precisa revogar o estatuto do desarmamento que hoje é um outro absurdo, o cidadão de bem não pode se defender. A gente precisa também mudar o código penal, mudar essa progressão de pena que só faz liberar bandido. Acabar com as audiências de custódia. Já se criou uma cultura de defender o bandido e marginalizar o policial que deveria ser visto como herói”.

Compartilhar