ARTIGO: Até quando?

protesto iguatemi 2

Na manhã desta segunda-feira (19), Salvador enfrentou novamente os transtornos causados por grupos de no máximo 80 sindicalistas que com “sucesso”, cumpriram a missão proposta por seus líderes e prejudicaram pessoas que estavam indo ao trabalho, emergências médicas, etc.

Em plena crise econômica de nosso país, os reais defensores do Brasil estão buscando uma solução para a crise financeira… Acordaram cedo, pegaram o ônibus atrás de empregos, outros começaram a semana tentando empreender em novo negócio. Jovens estudantes, em direção a uma nova porta de estágio, desempregados procurando outras alternativas para sustentar suas famílias. Enquanto isso, um engodo: manifestantes remunerados com dinheiro público, vestindo camisetas com siglas sindicais, saem às ruas proibindo a passagem da legítima esperança de mudança da nação. Justificativa? A reforma da previdência.

Acredito que a maioria é a favor de uma bela democracia, com total direito à livre expressão, mas propagar o caos, bloqueando as principais vias da cidade não pode ser visto como algo natural, e sim como uma ação terrorista que precisa ser coibida o mais rápido possível. Independente do motivo alegado no protesto, a cidade, o estado e Brasil não podem parar por meia dúzia de militantes assalariados bloqueando os semáforos das principais avenidas. Sendo contra ou a favor da reforma tão discutida e propagada pela mídia, manifestações como estas, poderiam ser feitas em locais propícios.

Quando é que o líder do executivo estadual, fará alguma coisa para punir os desordeiros que desrespeitam a sociedade interferindo no ir e vir do povo real? A polícia precisa interferir e defender nossa sociedade dos perigos causados por grupos radicais que com uma mesma ideologia, já afundaram outros países da América do Sul.

Por Thimoteo Oliveira

Compartilhar