Jornalista Cláudio Nogueira é o homenageado do setor de imprensa do Carnaval 2018: “O jornalista nunca pode se considerar maior do que a notícia”

Claudio Nogueira

Nessa sexta-feira de Carnaval, conversamos com o homenageado do setor de imprensa do Carnaval de 2018, Claudio Nogueira, jornalista.

Sobre a homenagem prestada pelo Prefeito ACM Neto, ele diz: “É claro que recebo muito honrado, mas ao mesmo tempo com um sentimento de humildade, que todo jornalista deve ter, o jornalista nunca pode se considerar maior do que a notícia. Recebo dividindo com a BAND que dirigi por 21 anos aqui e me possibilitou, juntamente com minha equipe, tocar esse projeto e fazer do Carnaval da Bahia uma atração nacional. Você imagina isso aqui 21 anos atrás, quando disco era vendido mesmo, quando não havia plataformas, você tinha que ir nas lojas comprar, quem eram os maiores vendedores de disco? Os artistas baianos. Eles faziam o melhor espetáculo musical do mundo. Nós somos gratos aos artista da Bahia, se não fosse eles, o som não era nada”.

Quando questionado sobre a televisão da Bahia, ele explica: “Eu vou fazer um pequeno resumo. É um assunto muito interessante, pouco discutido. A Bahia não é uma ilha. O Nordeste em si, e eu sei que os baianos não gostam disso, não tem a pujança de publicidade capaz de alavancar grandes investimentos, como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, então, esse mundo tem um tamanho e nós vivemos no tamanho desse mundo. Eu acho assim, o que as televisões regionais fazem, pode ser muito melhor, é um melhor estético, que desce do todo e vem para o particular. Eu comecei em 75 na Globo, sou do tempo que a televisão não tinha conteúdos como hoje são oferecidos. Não havia TV por assinatura, não havia plataformas de fornecimento de acessos. Mas o que posso dizer da televisão da Bahia é que tem boa qualidade técnica, fazem uma televisão local como se fosse nacional, a programação que fazem, sinceramente, eu acho que é a possível de se fazer, então essa discussão é boa para ser feita com outras pessoas também”.

Compartilhar