Trio suspeito de sequestrar fazendeiro na Bahia é preso em aeroporto, ao tentar fugir com dinheiro do resgate

Prisão ocorreu no Aeroporto Internacional de Salvador. Vítima ficou cinco dias em cativeiro, em Pojuca.

Com dinheiro de resgate, trio suspeito de sequestrar fazendeiro na Bahia é preso no aeroporto de Salvador (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Com dinheiro de resgate, trio suspeito de sequestrar fazendeiro na Bahia é preso no aeroporto de Salvador (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Três homens suspeitos de sequestrar um fazendeiro na Bahia foram presos no Aeroporto Internacional de Salvador, quando tentavam fugir para o Rio de Janeiro, com o dinheiro do resgate que foi pago pela família da vítima. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta sexta-feira (12).

De acordo com a polícia, o sequestro ocorreu no dia 6 de janeiro, na zona rural de Catu, cidade a cerca de 80 km de Salvador. Marcos Paulo Santana Cardoso, de 25 anos, Ednaldo de Jesus Rosário, de 29 anos e Gabriel do Nascimento Santana, de 22 anos, foram presos na noite de quarta-feira (10) e apresentados à imprensa nesta sexta-feira, no auditório da Polícia Civil, no bairro da Pituba, em Salvador.

Durante a apresentação, o delegado Cristiano Mangueira, diretor adjunto do Departamento de Policia do Interior (Depin), contou que o fazendeiro, de 49 anos, foi sequestrado e levado para um cativeiro em Pojuca, cidade a cerca de 11km de Catu, onde a vítima ficou por cinco dias, até ser libertada.

A polícia disse, ainda, que o grupo que realizou o sequestro era formado por seis pessoas. Os outros três suspeitos ainda serão identificados pela polícia.

Conforme disse o delegado, a polícia ficou ciente do sequestro no mesmo dia da ação, após a família do fazendeiro ir até à delegacia de Catu para registrar o caso e informar que estavam sendo extorquidos pelos sequestradores que pediam R$ 1milhão de resgate.

A polícia informou, ainda, que o resgate foi pago na região da BA-099, mais conhecida como Estrada do Coco. Entretanto, detalhes do valor pago e da quantia recuperada, não foram divulgados para resguardar a vítima.

Todos os presos na ação possuem passagem pela polícia. Gabriel por tentativa de homicídio a um vereador no interior do estado e tráfico de drogas, Ednaldo por porte ilegal de arma de fogo e Marcos possui um mandado em aberto por roubo, no Rio de Janeiro.

Parte do dinheiro recuperado será devolvido à família. Um veículo, também foi apreendido pela polícia e vai passar por perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O trio, que já teve a prisão convertida em preventiva pela Justiça, seguirá para o sistema prisional.

Compartilhar