Defesa alega que mulher acusada de racismo sofre de transtorno mental

Dentista Heloisa Onaga Kawachiya foi solta, neste domingo (7), após ser acusada de ofender racialmente funcionários negros na delicatessen Bonjour

Heloisa Onaga Kawachiya

Acusada de racismo, a dentista Heloisa Onaga Kawachiya foi solta, neste domingo (7), após a defesa alegar que a cliente sofre com transtorno mental.

PUBLICIDADE        

Heloisa foi detida, no último sábado (6), após ser acusada de ofender racialmente funcionários negros na delicatessen Bonjour, no bairro da Pituba, em Salvador.

A dentista responderá o caso em liberdade. Na decisão, a juíza Luciana Amorim ressaltou que a mulher não poderá mudar de residência, sem autorização da Justiça, e deve comparecer todas as vezes que for intimada para atos do inquérito e da instrução criminal, sob pena de revogação da liberdade.

Compartilhar