Motorista do Uber é morto a tiros no Subúrbio Ferroviário de Salvador

motorista uber

Um motorista do aplicativo Uber, identificado como José Henrique Pedreira Alves, de 24 anos, foi morto a tiros na noite de sábado, 6, no bairro de Ilha Amarela, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

PUBLICIDADE        

Segundo a Polícia Militar (PM-BA), a vítima estava trabalhando quando foi baleada dentro do carro por volta das 20h, na rua Vila Pompeia. O veículo utilizado por José Henrique não foi levado.

Policiais da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Lobato), que foram até o local, chegaram a prestar socorro, mas o jovem não resistiu aos ferimentos.

Trabalhava há quatro meses

De acordo com a prima da vítima, Morgana Cruz, de 31 anos, José Henrique era natural de Senhor do Bonfim (a 374 km de Salvador) e trabalhava há quatro meses na plataforma. Ele morava na casa da tia, em Matatu de Brotas.

Na última sexta-feira, 5, ele dormiu na casa da sogra, em Nova Brasília de Itapuã, de onde saiu no sábado, 6, às 11h, para trabalhar e combinou com a namorada que a encontraria, por volta das 20h, para ir a uma festa no bairro de Periperi.

Antes de encontrar a namorada, ele recebeu um chamado no bairro de Ilha Amarela com destino à região de Rio Sena. Depois disso, José Henrique não respondeu mais. Por volta das 21h, um dos amigos da namorada tentou entrar em contato pela primeira vez com ele, mas não obteve resposta.

Após horas de espera, a família contactou a empresa responsável pelo carro alugado. A locadora informou que, de acordo com o GPS do veículo, ele estava parado há um tempo no bairro de Ilha Amarela.

Em seguida, foi constatado que José Henrique havia sido baleado, com três tiros na cabeça, e tinha dado entrada, já sem vida, no Hospital do Subúrbio. Os familiares foram informados sobre o chamado das mulheres pela polícia.

Investigação

A polícia vai apurar se o crime foi motivado por uma tentativa de assalto ou execução. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O corpo de José Henrique foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O sepultamento deve ocorrer nesta segunda-feira, 8, no município de Senhor do Bonfim.

Compartilhar