Angelo Coronel visita a China e corre atrás de novos investimentos para a Bahia

coronel angelo china

Acompanhado de sua esposa, Eleusa, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Angelo Coronel realiza uma visita não-oficial à China, uma das duas maiores potências econômicas mundiais.

PUBLICIDADE        

Na sua maratona chinesa, Coronel vem prospectando investimentos em

indústrias dos segmentos eletro-eletrônicos, de lâmpadas LED, placas fotovoltaicas e veículos especiais.

“É uma viagem particular, mas não deixo de pensar no desenvolvimento da Bahia. Por isso, estou visitando diversas indústrias, em busca de novos investimentos industriais para o Estado”, explica Coronel.

O presidente da ALBA diz que acalenta o sonho de ver o estado da Bahia mais desenvolvido. “E só vamos alcançar isso com mais indústrias e mais empresas de serviços. Precisamos  gerar mais empregos para a população, para sermos de fato independentes e com uma distribuição de riqueza menos desigual”, diz o presidente da ALBA.

A China, segundo Coronel, tem muito que ensinar ao Brasil. “O modelo socialista/capitalista dos chineses parece contraditório, mas dá muito certo. A presença do Estado é muito forte, mas a competitividade capitalista está presente em tudo”, diz Coronel.

Com população estimada em mais de 1,4 bilhões de pessoas, a China continua crescendo rapidamente pelos padrões internacionais.

O PIB per capita permanece no caminho de quase dobrar entre 2010 e 2020. Como resultado, a economia chinesa continua sendo o maior motor do crescimento global para o próximo futuro.

Compartilhar