Mais de 230 famílias realizam o sonho da casa própria em Salvador

As chaves das primeiras casas foram entregues pelo governador Rui Costa, na manhã desta quarta-feira (30).

rui costa cajazeiras

A partir desta quarta-feira (25), mais de 230 famílias que moram no bairro de Cajazeiras VIII, em Salvador, passam a viver na tão sonhada casa própria. As 234 unidades habitacionais do Condomínio Residencial Renascer das Mangabeiras, localizado na comunidade de Jardim das Mangabeiras, beneficiam mais de mil pessoas. As chaves das primeiras casas foram entregues pelo governador Rui Costa, na manhã desta quarta-feira (30).

PUBLICIDADE        

Além dos imóveis, o local recebeu intervenções de infraestrutura para dar mais comodidade aos moradores. “O projeto incluiu toda essa estrutura de ruas, passeios, escadarias, esgotamento sanitário e drenagem, para oferecer mais qualidade de vida às pessoas. Tenho certeza que não só os que receberam os imóveis hoje, mas os demais moradores, terão uma condição melhor de habitação com esta obra. Quero parabenizar toda a equipe da Conder [Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado], pelo esforço e desempenho neste contrato”, destacou Rui.

Ainda de acordo com o governador, a última etapa do projeto será licitada em breve. “Serão mais R$ 9 milhões para completar a infraestrutura do local e para a construção de mais 60 casas, totalizando cerca de 350 unidades habitacionais em Cajazeiras VIII. Anteriormente, já havia sido entregue 60 imóveis”, detalhou.

Infraestrutura

Foram investidos cerca de R$ 35 milhões nas obras de construção das unidades habitacionais e de praças, quadras de esportes, box comercial, equipamentos de lazer, além da pavimentação de ruas. Foi construída ainda uma rede de abastecimento de água e também uma rede coletora de esgotamento sanitário. Deste investimento, R$ 10 milhões são do Governo do Estado. Essa é a segunda etapa do condomínio, que é composto por 39 prédios e 234 imóveis. Na primeira etapa, que ficou pronta em 2011, foi entregue um total de 60 unidades.

Morando na comunidade há 17 anos, Layane de Jesus ainda lembra como era antes do condomínio. “Aqui era um matagal e um brejo, tinha muita lama, uma área que parecia abandonada. E agora é aqui que vou morar com meus dois filhos, de 8 e 3 anos, e meu irmão, estou muito feliz”, comemorou a vendedora.

A empregada doméstica Maria Alice dos Santos também realiza um sonho nesta quarta-feira. “Tenho um filho especial de 20 anos e mais dois, de 15 e 12 anos, e me dedico a eles sozinha desde sempre. Por causa disso, também tive que morar de favor na casa de uma comadre, e há 20 anos ela deixa eu ficar na casa dela com os três. Não estou nem acreditando que o dia de eu morar na minha casa própria chegou. Estou muito emocionada, é uma alegria muito grande”, contou Maria Alice.

Compartilhar