Homem que chefiava ‘exército’ de assaltantes de ônibus em Salvador é preso

Segundo a polícia, adolescentes e adultos faziam fila para atuar para Geovani de Jesus Dias; criminosos usavam armas de brinquedo nos crimes.

Geovani, conhecido como 'Pai da Maloca', foi preso na última quarta (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Geovani, conhecido como ‘Pai da Maloca’, foi preso na última quarta (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem suspeito de coordenar “exército” de assaltantes de ônibus, que utilizavam armas de brinquedo nos crimes, foi preso na última quarta-feira (4), em Salvador. Segundo informações da Polícia Civil, adolescentes e adultos faziam fila em busca de uma oportunidade de atuar para Geovani de Jesus Dias, o “Pai da Maloca”, de 48 anos.

Através da assessoria da Polícia Civil, Maria Selma Lima, titular da delegacia territorial (DT) da Pituba, disse que Geovani formava trios de pessoas por roubo. Os assaltantes recebiam armas de brinquedos e, concluído o trabalho, na região do Iguatemi, eles retornavam, entregavam as armas e o que foi roubado, eram pagos e ficavamm aguardando nova “missão”.

PUBLICIDADE        

“Na região de Iguatemi, chega-se a fazer até cinco assaltos a ônibus num dia”, revelou a delegada, que disse ainda que os trios de ladrões comandados por Geovani agem também na Avenida Paralela e no bairro de Brotas. “O ‘Pai da Maloca’ seleciona os ladrões de forma que eles não fiquem muito tempo numa rota, revezando os grupos e evitando chamar a atenção da polícia”, complementou.

Ainda segundo a Polícia Civil, Geovani “oficialmente” trabalha como guardador de mercadorias de camelôs que atuam na região do Iguatemi e rodoviária. A atividade, porém, é apenas uma fachada, segundo a delegada. Geovani foi apresentado nesta quinta-feira (5) à imprensa e seguiu para o sistema prisional.

Compartilhar