Prefeitura anuncia detalhes sobre início de mudanças nas linhas de ônibus

Alterações da 1ª fase serão implantadas ainda este mês; as quatro fases serão finalizadas até fevereiro.

A Prefeitura de Salvador anunciou nesta segunda-feira (2) mais detalhes sobre as mudanças da 1ª fase da reestruturação das linhas de ônibus. As alterações foram divulgadas pelo Município, mas ainda não haviam sido detalhadas. Um dos destaques é para a Estação Acesso Norte, que passará a funcionar como transbordo após a mudança, ou seja, várias linhas terão esse ponto como destino final, como já acontece com as estações Pirajá, Lapa e Mussurunga.

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou que fará ainda 15 reuniões antes de implementar as mudanças, para explicar as alterações para a população. As linhas distribuidoras para esta fase serão: Acesso Norte-Barroquinha, com frota de 10 veículos e intervalo de cinco minutos; e Acesso Norte-São Joaquim/Comércio, com frota de seis veículos e intervalo de 15 minutos.

PUBLICIDADE        

Segundo a Prefeitura, essas linhas darão cobertura aos destinos Sete Portas, Barroquinha, San Martin, Calçada, São Joaquim e Comércio. Veículos que saem de bairros como Conjunto Marback, Vale do Matatu, Sussuarana, Nova Sussuarana, Mata Escura, Jardim Santo Inácio e Tancredo Neves levarão passageiros até a estação Acesso Norte.

No bairro do Alto do Peru, por exemplo, o intervalo entre as viagens passará de 70 para 22 minutos. O número de corridas também será ampliado, de 10 para 30. Será mantido o atendimento para Sete Portas/Barroquinha, que através da estação Acesso Norte permitirá a integração com outras regiões da cidade. O bairro também terá uma linha para a Lapa, que permitirá o acesso às linhas 1 e 2 do metrô.

Já as linhas Sussuarana-Barroquinha e Novo Horizonte-Barroquinha serão substituídas pela Novo Horizonte/Sussuarana-Acesso Norte. Com isso, o atendimento do bairro passa de um intervalo médio de 85 para 20 minutos, e sai de 26 para 33 viagens por dia. As mudanças estão previstas para acontecer ainda no mês de outubro.

O secretário Fábio Mota avaliou, em nota, que as mudanças terão reflexo sobre problemas históricos do transporte público de Salvador. “Nosso objetivo, com isso, é enfrentar problemas crônicos como a superlotação dos ônibus, viagens longas e espera nos pontos, o que dificultava a vida dos usuários de transporte público. Estamos, portanto, enfrentando todos esses problemas no sentido de resolvê-los para melhorar a qualidade do serviço prestado e ampliar a quantidade de viagens realizadas pela população”, afirma o titular da Semob.

As regiões que passarão por mudança nessa 1ª fase da reestruturação são Alto do Peru, Fazenda Grande do Retiro, Capelinha, Bom Juá, Pau Miúdo, IAPI, Santa Mônica, Conjunto Marback, Stiep/Centro de Convenções, Vale do Matatu, Cabula, Pernambués, Saboeiro, São Gonçalo do Retiro, Nossa Senhora do Resgate, Conjunto ACM/Arraial do Retiro, Engomadeira, Arenoso, Tancredo Neves, Mata Escura/Jardim Santo Inácio, Sussuarana/Nova Sussuarana/Novo Horizonte. Ao todo, serão quatro fases de reestruturação, e a expectativa é que todas as mudanças sejam implantadas até fevereiro de 2018.

Compartilhar