Aeroporto de Salvador vai ter 19 pontes de embarque

Terminal de passageiros será expandido em 15.000 m²

aeroporto de salvador

Como parte das reformas planejadas pela nova concessionária, o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães ganhará 8 novas pontes de embarque e terá o terminal de passageiros expandido em 15.000 m². O crescimento local deve também aumentar a capacidade de passageiros na hora-pico bem como as vagas de estacionamento.

PUBLICIDADE        

As novidades foram divulgadas durante uma palestra do presidente do Conselho da Vinci Airports Brasil, José Luís Meghini, realizada ontem  no Sheraton da Bahia Hotel. A Vinci venceu o leilão do aeroporto em março deste ano, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), depois que ofereceu R$ 660,9 milhões de entrada pelo terminal. O valor total chega a R$ 1,59 bilhão. O valor mínimo de investimento determinado pela  Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é de R$ 2,35 bilhões. O presidente da Vinci fez questão de esclarecer que sabe dos problemas de infraestrutura e organização do aeroporto, classificado como o pior do país em um levantamento do Ministério dos Transportes.

“O aeroporto é um organismo vivo, ele precisa ser cuidado para sobreviver. Percebo que falta disciplina no aeroporto de Salvador e pretendemos trazer isso da melhor maneira”, contou. José também garantiu que problemas básicos como o funcionamento de escadas rolantes, elevadores e conexão wi-fi devem ser resolvidos nas primeiras etapas da reforma que será dividida em quatro fases. A Fase I-A, quando ocorre a transferência operacional já está acontecendo, já as fases I-B e I-C, que incluem adequação da estrutura e ampliação, respectivamente, ainda não possuem prazos determinados, mas devem ser concluídas em, no máximo, 24 meses.

Sobre a construção de uma segunda pista de pouso e decolagem, Luís informou que vai depender da demanda de passageiros, mas explicou que por enquanto considera desnecessário, pois as novas tecnologias estão abrigando cada vez mais passageiros nas aeronaves, tornando dispensável outra pista. O  aeroporto ainda contará com um novo sistema de inspeção de bagagens, píer e pátio novos, regularização da faixa da pista, além de melhoria e reposicionamento da taxiway.

Compartilhar