Mesmo com projeto vetado, Lorena volta a pedir valorização feminina em Salvador

Mesmo com o prefeito ACM Neto (DEM) vetando o projeto de Lei nº 15/2017, que dispõe a alternância entre nomes masculinos e femininos em logradouros públicos da cidade do Salvador, a vereadora Lorena Brandão (PSC) voltou a pedir maior visibilidade e a inserção de homenagens a mulheres em cunho municipal. Para ela, mesmo o projeto não passando pelo Executivo, a luta pelas condições iguais deve continuar.

“Sofremos uma derrota com este veto, mas isso não indica que vamos parar. As nossas mulheres históricas precisam ter as suas passagens em vida valorizadas e conhecidas pela população. Uma das nossas maiores bandeiras é esta, e vamos continuar pensando e propondo ao prefeito ideias que coloquem homens e mulheres em um único patamar”, disse Lorena.

PUBLICIDADE        

Em sua rede social, a socialista cristã explicou que a justificativa para a rejeição aconteceu devido a algumas posições para batismo da obra consideradas fundamentais pela Prefeitura, como a cultura, história e dados científicos da localidade do logradouro.

“Entendo este ponto e concordo, mas eu acredito que assim como existem homens de muito valor em cada canto de Salvador há mulheres, às vezes desconhecidas pela sociedade, com os mesmos serviços prestados. Mas vamos em frente e vamos pensar, junto com o prefeito, maneiras de valorização igualitária para todos”, pontuou a vereadora.

Compartilhar