Ouvidoria da Câmara bate recorde de atendimentos no 1º semestre

Foram 243 manifestações de janeiro a junho, com 122 casos resolvidos

A Ouvidoria da Câmara Municipal de Salvador apresentou balanço do primeiro semestre de 2017. Os dados apontam um recorde histórico no número de atendimentos e casos resolvidos com intermédio do órgão do Poder Legislativo.  Foram 243 manifestações de janeiro a junho, 146 a mais do que no mesmo período do ano anterior. Deste total, 122 já foram solucionados, número mais de 100% superior ao alcançado em 2016.

Do total de 243 manifestações, 126 foram solicitações, 49 reclamações e 30 pedidos de informação. A forma mais comum de recebimento das demandas foi através das caixas de sugestões itinerantes, que contabilizou 105 manifestações. Através do formulário do site da Ouvidoria foram acolhidas 81.
A Câmara de Salvador e a Secretaria Municipal da Ordem Pública (Semop) foram os órgãos que mais receberam demandas oriundas das manifestações chegadas à Ouvidoria, cada uma com 42 solicitações.

PUBLICIDADE        

Para o ouvidor-geral da Câmara, vereador Luiz Carlos Suíca (PT), o balanço do primeiro semestre estimula ainda mais o trabalho de aproximação com o cidadão de Salvador. “As estatísticas são animadoras, aumentam a nossa responsabilidade, e refletem a nossa proposta de chegar cada vez mais perto das comunidades e da população. Os recordes em atendimentos e casos solucionados nos motivam a emergir no universo dos soteropolitanos e lutar para que os anseios do povo sejam atendidos”, comemorou Suíca.

Atividades promovidas

O órgão do Poder Legislativo promoveu duas edições do Projeto Ouvidoria no Bairro (Plataforma e Chapada do Rio Vermelho), audiência pública sobre a desafetação dos terrenos públicos do Município e reunião ampliada na comunidade do Pela Porco.
Visitas técnicas foram realizadas em oito Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Salvador, esgoto a céu aberto em Cosme de Farias, obras do Hospital Municipal de Cajazeiras, além de reuniões com a Ouvidoria Geral do Estado, Ouvidoria Geral do Município, Comando Geral da Polícia Militar, Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Secretaria Municipal de Manutenção, Secretaria Municipal da Ordem Pública, Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Defesa Civil.

Compartilhar