Câmara cria Mesa de Negociação Salarial dos Servidores

Órgão consultivo funcionará como espaço de debate entre trabalhadores e gestores do Legislativo

Na 42ª segunda sessão ordinária desta legislatura, realizada na tarde desta terça-feira (13), o presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Leo Prates (DEM), anunciou a formalização da Mesa Permanente de Negociação Salarial e Melhorias dos Servidores do Poder Legislativo.

cms

PUBLICIDADE        

O órgão consultivo funcionará como espaço de debate entre trabalhadores e gestores da Câmara e será formado por nove integrantes.

A Associação dos Servidores da Câmara Municipal de Salvador (Ascam) indicará três integrantes: um servidor inativo, um funcionário ativo aprovado no concurso de 2011 e um servidor que integra o corpo funcional do Poder Legislativo antes do último certame.
O presidente da Câmara fará quatro indicações à Mesa de Negociação: um servidor no exercício de função de confiança e três representantes da Presidência.
Completam a composição do órgão consultivo dois vereadores, um indicado pela liderança do governo e o outro pela liderança da oposição.

“É mais um compromisso que assumi e que tenho a felicidade de anunciar nesta sessão ordinária. Desde o primeiro momento, falei que esta gestão iria ser pautada pela valorização do servidor, modernização e transparência dos processos legislativos”, afirmou Leo Prates, ao lembrar que é a quinta semana consecutiva com votação de projetos na Câmara de Salvador.

“As cinco semanas consecutivas de votação já representam um recorde desta Casa. Como temos acordo para a votação de projetos de vereadores na semana que vem, chegaremos a sexta semana consecutiva. Me baseio nos números porque acredito que são absolutamente fiéis ao trabalho que estamos realizando”, comemorou.

Compartilhar