Trump demite diretor do FBI

James Comey foi retirado do cargo depois de recomendações do procurador-geral Jeff Sessions.

james comey

Em uma decisão inesperada, o presidente dos EUA Donald Trump demitiu nesta terça-feira (9) o diretor da Polícia Federal americana (FBI), James Comey. Segundo a Casa Branca, Comey foi retirado do cargo depois de recomendações do procurador-geral Jeff Sessions. A procura por um novo diretor começa imediatamente.

PUBLICIDADE        

A agência Reuters cita uma carta divulgada pela Casa Branca em que Trump afirma a Comey que ele “não consegue liderar efetivamente” e que uma nova liderança é necessária para restaurar a confiança.

“É essencial encontrar uma nova liderança para o FBI que restabeleça a confiaça pública em sua missão vital de aplicação da lei”, diz o presidente na carta.

Em outra carta, enviada por Sessions a Trump, o procurador-geral afirma que o diretor do FMI deve ser alguém que segue as regras e os princípios do Departamento de Justiça.

Comey, de 56 anos, foi nomeado pelo ex-presidente Barack Obama em 2013 para um período de 10 anos.

Em março, Comey admitiu pela primeira vez que o FBI investiga uma eventual interferência da Rússia na campanha presidencial norte-americana, confirmando informações divulgadas pela imprensa americana. O diretor disse que a investigação “inclui investigar a natureza dos laços entre indivíduos associados à campanha de Trump e o governo russo e se houve alguma coordenação entre a campanha e os esforços da Rússia”.

Na semana passada, Comey afirmou em uma audiência no Comitê de Justiça do Senado que o governo russo ainda trata de influenciar na política dos EUA e representa “a maior ameaça” para a segurança da nação.

Compartilhar