Sob pressão na relatoria do PDDU, Leo Prates cai no choro em sessão

Na sessão desta sexta, não aguentou a pressão e desabou em lágrimas.

Relator do parecer do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), o vereador Leo Prates (DEM) chorou na sessão desta sexta-feira (10) que aprovou a proposta. Pressionado pela oposição, pelo próprio governo que defende, setores sociais e econômicos, Prates já  relevou a aliados que tem sido duro o processo de tramitação do projeto. Na avaliação dele, é o maior desafio da sua carreira política.

leo prates chorando

Na sessão desta sexta, não aguentou a pressão e desabou em lágrimas. Em sua fala, Prates disse que resistiu ao convite para a relatoria do PDDU, mas depois de ouvir aliados, resolveu topar o desafio.

Prates iniciou a votação bastante nervoso e, em alguns momentos, foi duro com os vereadores oposicionistas que queriam adiar a votação. Nos bastidores, Prates já teria alegado preocupação com sua eleição, com receio, inclusive, de não se reeleger. Segundo ele, já participou de mais de 50 audiências para discutir a matéria.

A oposição avalia que o governo quer apressar a votação da matéria para evitar que se misture com o processo eleitoral. Os oposicionistas dizem também que o Palácio Thomé de Souza quer adiantar a matéria para agradar setores da construção civil.

Compartilhar