Trindade faz nova denúncia contra ACM Neto: “Tem assessor dele que mora no Rio de Janeiro”

ACM Neto é acusado de pagar salários maiores que o seu a assessores, prática proibida por lei

Após o vereador Léo Prates (DEM) dizer que José Trindade (PSL) errou ao somar salário com gratificações de assessores de ACM Neto (DEM) para acusar o prefeito de cometer irregularidades no pagamento de salários a esses funcionários, Trindade disse que levou em consideração o salário bruto e alfinetou o edil.

“Infelizmente o vereador Léo Prates não está falando a verdade ou então ele se enganou. Eu peguei o salário bruto dos assessores”, falou Trindade, acrescentando que um dos assessores acusados de ganhar mais de salário o que recebe o chefe do executivo municipal não mora sequer em Salvador.

“Inclusive tem assessor desse aí que nem mora em Salvador. Já temos em mãos prints da pessoa dizendo nas redes sociais que mora no Rio de Janeiro e está recebendo 19 mil reais da prefeitura. De bom gestor ACM Neto não tem nada. Está só ajudando a correligionários dele a ganharem muito e trabalharem pouco. Isso é grave”, acrescentou o edil.

Claudio Tinoco (DEM) minimizou a situação e falou que a Prefeitura certamente dará justificativa diante da denúncia do edil. “Evidentemente a administração municipal é muito responsável em relação à remuneração de pessoal e qualquer dúvida que possa surgir será esclarecida. Requerimentos administrativos são suficientes para que essas dúvidas sejam saneadas”, falou.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Salvador foi procurada para comentar o assunto e até o momento não se pronunciou.

Compartilhar